nâo é por acaso Luis

nâo é por acaso Luis: (www.astormentas.com)
Poema ao acaso


quarta-feira, 17 de agosto de 2016

O saudável biribá, Adriana Helena

Hoje você vai conhecer o biribá!

1 DE ABRIL DE 2014

      Oi amigos, hoje vocês vão conhecer uma fruta envolta em mistérios,  exótica para a maioria, mas bastante  popular em algumas regiões do Brasil.
      Estou falando do biribá, que por fora, tem saliências  pontudas, mas que não ferem  sua mão e por dentro, é detentora de um conteúdo polposo e delicioso! Você pode até estranhar sua forma esquisita, com protuberâncias que parecem pequenos cones. Mas se experimentar e sentir sua polpa branca, macia e suculenta, de sabor adocicado, com certeza vai se amarrar! Bora conhecer suas características e benefícios?
A árvore do biribá atinge entre seis e dezoito metros  de altura, (dependendo da região) ramificando-se desde a base, culminando numa copa estendida. As folhas têm entre 12 a 15 centímetros de comprimento. Veja como é lindo o tronco da árvore de biribá: todo salpicado de branco e cinza!
Possui vários nomes populares, além do biribá, tais como,  araticum, fruta-do-conde, fruta-da-condessa, condessa, ariticum e  graviola-brava. Fica à sua escolha! E se você conhecê-lo por outro nome, deixe nos comentários para que eu possa acrescentar ao artigo, ok? 
Biribazeiro cujo  nome científico é (Rollinia mucosa) é uma árvore originária do ocidente da Amazônia e da Mata Atlântica pluvial (do Rio de Janeiro a Pernambuco), que se desenvolve bem em zonas com temperaturas médias de 20 a 24 °C, com precipitação anual de 1.500mm, em solos férteis e  bem drenados
Exatamente  as condições onde eu me encontrava com minhas lindas priminhas, Tais e Marisa, as garotas- propaganda deste post! :))))
A árvore de biribá, é uma planta produtora de grande quantidade de sementes. 
É bastante cultivada em pomares domésticos, principalmente na Amazônia e no Nordeste do país. Geralmente começa a produzir aos quatro anos de idade.
As flores são hermafroditas, solitárias ou aos pares, com três sépalas e seis pétalas, cor verde-claro e odor característico, e se formam entre julho e setembro. Eis um exemplo das flores:
fruto é um sincarpo cônico ou globoso com epicarpo grosso de cor verde, que muda para amarelo quando madura. Veja abaixo como tive a  sorte de captar, em uma única imagem, a diferença entre o biribá verde e o madurinho! O verde é mais duro, ao passo que quando amadurece, sua casca vai tornando-se menos espessa e mais macia e adquirindo a cor amarelo ouro.
É uma das frutas mais difundidas e cultivadas no Estado do Pará. 
Dizem não ser muito adequada ao preparo de doces, pois é muito mais saborosa  se consumida ao natural.  
Suas sementes reduzidas a pó, são usadas na medicina caseira como remédio contra a enterocolite. 
Enterocolite é uma inflamação do intestino delgado e do cólon, responsável por provocar cólicas,  diarreia,  vômitos, mal-estar e febre 
A enterocolite aguda é uma inflamação bacteriana ou viralNeste caso, as semente do biribá, fazem milagres e aliviam muito os sintomas. 
Encontra-se em grande dispersão, desde o Caribe até o extremo sul da Amazônia. Por muito tempo supôs-se que o biribá tivesse ser originado nas Antilhas, onde teria sido trazido para a Amazônia. No entanto, várias espécies silvestres similares, ocorrem em diferentes lugares. Por isso ser tão  difícil a determinação precisa de sua origem.
Para pesquisadores na área da fruticultura, o biribá é o mais importante representante da família das Anonáceas, devido à sua característica.
A árvore pode atingir até dezoito metros de altura, culminando numa copa estendida. Veja como é linda a copa da árvore do biribá. Aliás, eu até que tentei pegar aquela fruta lá no alto, mas os galhos ainda úmidos do orvalho da manhã, me impediram de subir na árvore…rsrs Mas na próxima não me escapa! 
Você já notou que o fruto é cônico ou globoso, depende da região onde nasce,  mas sempre de casca bem grossa e  de cor  amarelinha quando madurinha. É  bastante rica em proteinas, lipidios, fibras, cálcio, ferro, vitaminas b1, b2, niacina, aminoácidos, lisina dentre outros. O fruto é consumido fresco e também pode ser fermentado para fazer vinho. O pó de suas sementes, como já disse anteriormente, são usadas para combater a enterocolite. Portanto, no biribá, tudo se aproveita!!! Esse eu devorei no pé  mesmo, logo depois de tirá-lo. Ele estava quase inteiramente maduro!!
Meu biribá 
A polpa é branca e abundante, de sabor doce. Pesa de 300 a 1.300 gramas, atingindo de 10 a 14 cm de comprimento e 6 a 16 de diâmetro amadurecendo  de novembro a maio.  Estamos em plena época do biribá! Contém numerosas sementes.
Veja só que lindas, Marisa e Tais,  segurando o biribá para vocês verem como é a polpa ao vivo e a cores.  A polpa é essencialmente branca com alguns tons de amarelo bem clarinho, e as sementes ficam envolvidas pela parte polposa branca que tem um sabor adocicado, mas com um certo azedinho. Bem eu senti um sabor azedinho também, mas vai depender do paladar de cada um.  É  uma mistura de sabores que dá certo e torna o fruto muito especial!
Apesar de ser pouco cultivado comercialmente, o biribazeiro pode ser encontrado em quintais de residências nas cidades. O biribá é propagado e cultivado através de sementes. 
Que tal plantar uma no seu quintal hem? E se quiser saber mais detalhes, veja aqui neste vídeo vapt-vupt. Até mais queridos amigos! Tomara que ainda sintam a experiência de provar algo tão saboroso assim! 
Beijos  e até mais! :))






Adriana Helena  -  (AUTORA)
Advogada e atleta amadora, cuja experiência pessoal levou-me a relatar opções de vida privilegiando momentos mais benéficos e felizes para o nosso cotidiano apenas com a prática regular de atividade física e alimentação saudável. Encontre-me nas redes abaixo:
….……………………………

+  59 comentários s/ biribá  -  Ver em:

E/17.06.2016.09:00.->  E/17.08.2016-15:37.-/-P/.-/-K/.- (  )/